Rio Grande do Norte, domingo, 25 de junho de 2017

Carta Potiguar - uma alternativa crítica

publicado em 1 de outubro de 2012

Sobre a manifestação racista no Twitter de Danilo Gentili

postado por Daniel Menezes

Há quem, ao criticar o politicamente correto, ultrapassa a linha do bom senso e, não raro, se torna politicamente fascista.

O politicamente fascista é aquele que faz brincadeiras sexuais com recém-nascidos, fala sobre o “estupro salvador” para as feias, menospreza gays e não perde a oportunidade de lançar piadas racistas contra os negros.

Faz tempo que eu deixei de acompanhar o Danilo Gentili, Rafinha Bastos e sua patota. É muita bobagem e preconceito para pouca inteligência.

Trocando tweets com um negro, Danilo Gantili deixa tudo isso, mais uma vez, bastante claro. Mostra que minha escolha foi acertada.

O rapaz, que tem o perfil @lasombraribeiro, foi vítima de preconceito e fez questão, o que está completamente correto, de denunciar o apresentador da Band.

PS. Pior. Teve gente dizendo que o @lasombraribeiro queria só aparecer.

 

 

Daniel Menezes

Cientista Político. Doutor em ciências sociais (UFRN). Professor substituto da UFRN. Diretor do Instituto Seta de Pesquisas de opinião e Eleitoral. Autor do Livro: pesquisa de opinião e eleitoral: teoria e prática. Editor da Revista Carta Potiguar. Twitter: @DanielMenezesCP Email: dmcartapotiguar@gmail.com

49 Responses

  1. Fabiola disse:

    Gracas ao nome Danilo Gentili, vc tera algumas visualizacoes nessa sua coluna fail.

    Esse “Negro agredido”, esta lancando um livro… talvez seja esse o motivo de se doer tanto em relacao ao Danilo, engracado que antes do livro estar pronto ele nunca se doeu com as piadas. Ah vc esqueceu de mencionar, que foi ele quem fez um video editado maldosamente e difamador contra o Danilo, muito antes desse print feito pelo proprio ser feito.

    • Dan Oliveira disse:

      este site de coluna fail tem mais de três mil seguidores…não estou tomando as dores dos outros como você, apenas não sou cega e pobre de espírito. abs.

      • Fabiola disse:

        3000 = fail.
        Tomou as dores do carasim. Ja que vc nao fez uma materia completa sobre o assunto. Vitimizou o culpado pelo comeco dos ataques. Deixando claro que nao concordo com as ofensas que foram feitas a ele por outros seguidores.
        E na boa, um ‘cientista social’ usar como resposta a palavra ‘pobre de espirito’ pela falta de argumento, e tao patetico como o cara querendo achar pelo em ovo para se promover.
        Danilo Getili ri e faz piada de tudo e de todos inclusive dele. Ja fez piadas sobre coisas e situacoes nas quais me identifico, e sabe o que eu fiz? Eu ri. Porque eu tenho senso de humor, e o problema do Brasil sao os politicos, e nao os comediantes.

        • Ananda Gois disse:

          Sempre aparece alguém nos comentários para invalidar a atitude da vítima mudando o foco da questão. Não importa livro, video editado… o Danilo Gentili foi preconceituoso e racista. Leia o tweet dele. Leia de novo. Não está escrito “apenas uma piada”, tem um crime ali.
          E é mais fácil rir quando a “piada” não é com você. Dizer como a vítima, que foi humilhada em uma rede social, deve se comportar é achar que o mundo gira em torno do seu próprio umbigo.

          • Jefferson disse:

            O Danilo ñ foi racista tanto que foi absolvido. O agredido seu auto intitulou de “GORILÃO” e mandou mensagens durante dias provocando. No momento em que enviou “Ei Danilo está com medo do gorilão aqui?” em seguida o Danilo ofereceu a banana. Diante do contexto o Juiz entendeu como piada e encerrou o caso. Sou aluno dá UFRN o bom é que já vou conhecendo o tipo de professor que vou encontra.

        • Patrícia disse:

          Não ele não faz piada de todo mundo, Ele faz piadas de esteriótipos. Ele faz piadas racistas, anti-semitas, etc. Você tem senso de humor conservador, mas outra pessoas tem um senso de humor renovado. Essas pessoas não acham que humor serve para humilhar grupos que sofre preconceito, mas que humor serve para descontrair. O Brasil tem um problema, escolhe maus políticos e acha que para justificar sua escolha, faz uma relação entre comediante/políticos. Então se o Brasil tem os políticos que tem, não se admira que tenha os comediantes que tem. Muito menos o público e os eleitores que tem.

          “Tomou as dores do cara sim”, como você tomou as dores do Gentilli. Ele “tomou as dores” por uma questão de humanidade, de valorização da dignidade humana. Mas você tomou as dores por se identificar com Gentilli, que faz o oposto.

          Quando uns torcedores de futebol jogaram bananas no campo para um jogador de africano você achou engrado? Eu não acho engraçado. Eu, que não sofro preconceitos, Então do alto de minha confortável condição (como Gentilli que é branco), sei muito bem que não haverá piada que me atinja. Eu estou no grupo que não sofre preconceitos. Então eu posso usar a falsa premissa (como Gentilli) que as pessoas podem fazer piadas comigo também. Mas quais, se eu não me encaixo em nenhum grupo discriminado?

    • Este negro agredido chama-se Thiago Ribeiro e não se esconde atrás da tela de um computador e muito menos atrás de fãs. O cara colocou o comentário, deletou imediatamente e ainda assim é um Deus? Heróis fajutos, Deuses covardes. De fato..assim minha vida fica muito mais fácil. Por sorte recebi a notificação do que ele postou por e-mail, do contrário ele estaria rindo de todos os negros agora. Mas como para mim você e todos os seguidores, da seita racista de Danilo Gentili, não passam de cadeiras, ou seja, objetos inanimados e sem vontade própria, tanto faz. Olhe, se quiser o teor dos comentários que recebi esta madrugada, das “daniletes”, e depois questione-me se quiser. E correção…não estou lançando um livro…estou escrevendo um. E o fato de esperar o momento atual para desmascarar este racista, deve-se a algo chamado inteligência.

      • Fabiola disse:

        Eu nao me escondo, meu nome esta ai, quer completo? Fabiola Castro.
        Voce acabou de assinar seu atestado de oportunista, se auto denominando “inteligente”, para atacar o Danilo na hora certa, como vc mesmo diz. E te acho um covarde por editar um video do Danilo.
        Eu jamais disse que ele e Deus, isso e vc quem fica repetindo na sua rede social. Enquanto vc passa o dia inteiro no twitter atacando o Danilo, e aos fas dele, o cara esta trabalhando. Voce deveria fazer o mesmo, assim quem sabe seria bem sucedido e nao teria inveja dos outros. Nao sou uma Danilete, apenas nao gosto de pessoas oportunistas. Tenha orgulho da sua cor, e nao use ela como escudo de piedade.

        • Patrícia disse:

          “Tenha orgulho da sua cor, e não use ela como escudo de piedade.” Não tenho dúvida que se trata de uma pessoa racista.

          Que coisa mais deprimente é o argumento dessa criatura. O que um culta a celebridade e o racismo não é capaz de fazer…

          • Fabiola disse:

            O cara admitiu que atacou o Danilo na hora certa “Porque ele e um cara inteligente”, o que mais precisa ser falado depois disso? Se nao for oportunismo nao sei o que e.
            E que argumento babaca dizer que quem nao concorda com o cara se aproveitar de um artista, so para ganhar midia, e uma pessoa racista. Voce nao me conhece.
            Olhe o twitter dele, ele se contradiz, se acha um cara correto. Mas as pessoas que sofrem preconceitos que nao sejam por causa da cor, ou da “raca” como vcs adoram dizer, ele simplesmente responde: PROBLEMA SEU!
            Entao ele que va para pqp e pare de mimimi.

            E deu nao responderei mais, ja falei tudo o que pensava sobre ese assunto.

          • Patrícia disse:

            Não é necessário conhecer você, Fabiola. Só basta ler o que você escreve. Você se porta como uma bela racista, Não há raça, mas há racismo. Danilo é racista e ganha dinheiro com o racismo. Pois tem uma bela demanda de mercado. Mas uma boa notícia é que tem gente diferente de você e do Danilo, então o preconceito racial vai diminuindo, diminuindo… Basta ver que você e Gentilli recebem críticas por esse falatório hipócrita de “não há raça por isso eu posso fazer piadas racista”, então “não há raça, então posso rir de piadas racistas”. Você já estão defasados agora, imagine daqui a 40 anos? Serão considerados aberrações sociais.

    • Patrícia disse:

      Tietes…

  2. Dan Oliveira disse:

    Honestidade não tem preço!

  3. Gabi disse:

    Piada. A piada é feita pra rir das situações cotidianas, certo? Só não entendo porque o brasileiro aceita piadas de cego, japonês, português, loira, aleijado, gay, e quando é com o negro não pode. Não somos todos iguais? Mas eu sei porque é assim, é porque o Danilo colocou a cara a tapa, é isso que os comediantes stand-up fazem. As piadas são criadas por eles, por isso toda essa confusão. Mas as piadas que eu citei não tem origem, né? Pois parece que é assim. O cara manipulou um vídeo, no qual continha pedaços do programa do Danilo, onde ele brincava com a Juliana (que ganhou um concurso de assistente de palco de várias loiras, aliás) que é amiga dele. O espírito da piada é aceitar que façam com você, enquanto você pode fazer com o outro. E isso o Danilo faz muito bem. A história do Danilo é triste, mas é exatamente por ela que ele começa no seu show de stand-up. Não fale o que não sabe, toda história tem mais de um lado. abs

    • Patrícia disse:

      O Stand-Up seria botar a cara a tapa pois a reação do público é imediata. Comédia Stanp-Up virou sinônimo de ignorância, de conservadorismo, e é a modalidade de apresentação mais querida do jovens preconceituosos, pois eles acham que racismo, misoginia, anti-semitismo só é feio nos livros de história ou em filmes como A Lista de Schindler. O espírito da piada é fazer rir, mas a piada pode ser usada para medir a ignorância, a falta de respeito com o ser humano etc. de uma população. A piada pode ser usada como propaganda, como fizeram os nazistas para intensificar o preconceito contra o judeus. Não somos todos iguais, somos todos diferentes. E nossas diferenças não devem ser motivos para humilhação. Faça a piada que quiser, mas merece muitas críticas, muitos processos de difamação etc. A distorção que a piada é feita para ser preconceituosa é só a retaliação de uma sociedade que quer permanecer a mesma a todo custo. Uma pena. Espero que você seja uma senhora de 90 anos, pois se você for jovem nada vai justificar seu argumento.

      • Gabi disse:

        Não sou uma senhora de 90 anos e sei bem o que estou falando. TODO tipo de piada atinge alguém, e se é assim, o humor não deve existir mais? O fato de se fazer piada com todo mundo e não fazer com o negro não é preconceito? Pense numa roda de amigos, onde todos tiram sarro de todos, seria legal excluir um negro? O cara manipulou um vídeo e ficou enchendo o saco do Danilo no twitter. Quando eu era pequena e não parava quieta, minha mãe me perguntava quantas bananas eu queria para parar. Mas só porque é negro não pode, né? O preconceito está na cabeça de quem lê. E não precisa falar que os negros sofrem preconceitos em todos os lugares, eu sei bem disso. E não há no mundo alguém que não tenha alguma característica física para se fazer piada, ninguém sai ileso, pode ter certeza! Acredito que toda piada pode ter uma outra resposta como piada, querer ganhar dinheiro em cima de uma resposta irônica dada por uma ‘encheção’ de saco também não é bonito. 😉

        • Patrícia disse:

          Não, Gabi. Você é só uma pessoinha preconceituosa procurando desculpas para o seu preconceito. Eu sou jovem e reconheço que os jovens são reacionários. Mas nem todos são. Felizmente. Mas, infelizmente, pessoas como você são maioria.

  4. manu disse:

    Faço minha as palavras do proprio Gentili em uma entrevista com Roberto Justos “A partir do momento em que você ri da piada do portugues ou da loira, você não tem direito de sentir ofendido por nenhuma outra”

    Toda piada tem um alvo, TODA. Mas quando o alvo é você, é claro que não é engraçado, até porque pimenta no olho do outro é refresco não é mesmo? Vai de cada um saber interpretar/entender/aceitar a piada. Eu sou negra e em nenhum momento me senti ofendida.

    • Patrícia disse:

      interpretar com preconceito/ entender/aceitar por meio do preconceito. Você é negra? Que legal. Os capitães do mato também não eram? Sua relação com Gentilli deve ser pautada nesse condições. Você capitã-do-mato, ele senhor de engenho.

      É uma infelicidade ver que o preconceito é tão grande que até uma pessoa que sofre preconceito aceita uma das maneiras mais eficazes de perpetuar preconceitos para não se sentir inferior. Mas o que acontecerá quando você ouvir piadas com o seu cabelo, sua pele? Quando um segurança de shopping ficar atrás de você? Você acha que o preconceito dele veio de onde? Veio de piadas, charges etc. entre outras coisas.

      Toda piada tem um tema, não um alvo. Piadas que tem alvos são piadas preconceituosas. Gentilli é um cara que ganha dinheiro humilhando os outros por meio de piada. E eu espero que ele seja processado por racismo dessa vez.

  5. A piada idiota não foi sobre japonês, judeu, português, loira, cego, índio, idoso, manco, nordestino, gay… foi sobre negros, então justifica todo a celeuma. Vamos ver se aparece um justiceiro de cada um desses grupos para colocar o piadista sem graça na cadeia. Talvez esses justiceiros apenas não riam da piada idiota e ignorem o tal humorista, já que não deixaram de disputar (justamente) uma vaga de emprego, não foram impedidos de exercer algum direito, ou algo do tipo. Tá na cara que o cara deliberadamente provocou o tal “humorista”, recebeu a resposta que queria (ou seja, outra piada idiota) e tá seguindo a sua cruzada. Boa sorte pra ele. Minha opinião: Nem ele vai conseguir o respeito que merece (como ser humano), pois suas provas são 1) piadas entre amigos (no vídeo editado q postou) e; 2) respostas/piadas irônicas/idiotas; nem o humorista vai deixar de fazer piada idiota. E o mundo segue girando, e girando… Enfim. Cadeira pra todo lado.

  6. lfernand_x disse:

    Tanto quanto o preconceito racial desse dublê de humorista, impressiona também a cegueira dos seus seguidores, que não tem a menor vergonha de apoiar o erro desprezível do seu “ídolo”.

  7. O que o Gentili já publicou reflete a isso:

    “Se você me disser que é da raça negra, preciso dizer que você também é racista, pois, assim como os criadores de cachorros, acredita que somos separados por raças. E se acredita nisso vai ter que confessar que uma raça é melhor ou pior que a outra, pois, se todas as raças são iguais, então a divisão por raça é estúpida e desnecessária. Pra que perder tempo separando algo se no fundo dá tudo no me
    smo?

    Quem propagou a ideia que “negro” é uma raça foram os escravagistas. Eles usaram isso como desculpa para vender os pretos como escravos: “Podemos tratá-los como animais, afinal eles são de uma outra raça que não é a nossa. Eles são da raça negra”.
    Então quando vejo um cara dizendo que tem orgulho de ser da raça negra, eu juro que nem me passa pela cabeça chamá-lo de macaco, mas sim de burro.

    Falando em burro, cresci ouvindo que eu sou uma girafa. E também cresci chamando um dos meus melhores amigos de elefante. Já ouvi muita gente chamar loira caucasiana de burra, gay de veado e ruivo de salsicha, que nada mais é do que ser chamado de restos de porco e boi misturados.

    Mas se alguém chama um preto de macaco é crucificado. E isso pra mim não faz sentido. Qual o preconceito com o macaco? Imagina no zoológico como o macaco não deve se sentir triste quando ouve os outros animais comentando:
    – O macaco é o pior de todos. Quando um humano se xinga de burro ou elefante dão risada. Mas quando xingam de macaco vão presos. Ser macaco é uma coisa terrível. Graças a Deus não somos macacos.

    Prefiro ser chamado de macaco a ser chamado de girafa. Peça a um cientista que faça um teste de Q.I. com uma girafa e com um macaco. Veja quem tira a maior nota.

    Quando queremos muito ofender e atacar alguém, por motivos desconhecidos, não xingamos diretamente a pessoa, e sim a mãe dela. Posso afirmar aqui então que Darwin foi o maior racista da história por dizer que eu vim do macaco?

    Mas o que quero dizer é que na verdade não sei qual o problema em chamar um preto de preto. Esse é o nome da cor não é? Eu sou um ser humano da cor branca. O japonês da cor amarela. O índio da cor vermelha. O africano da cor preta. Se querem igualdade deveriam assumir o termo “preto” pois esse é o nome da cor. Não fica destoante isso: “Branco, Amarelo, Vermelho, Negro”?. O Darth Vader pra mim é negro. Mas o Bill Cosby, Richard Pryor e Eddie Murphy que inspiram meu trabalho, não. Mas se gostam tanto assim do termo negro, ok, eu uso, não vejo problemas. No fim das contas, é só uma palavra. E embora o dicionário seja um dos livros mais vendidos do mundo, penso que palavras não definem muitas coisas e sim atitudes.

    Digo isso porque a patrulha do politicamente correto é tão imbecil e superficial que tenho absoluta certeza que serei censurado se um dia escutarem eu dizer: “E aí seu PRETO, senta aqui e toma uma comigo!”. Porém, se eu usar o tom correto e a postura certa ao dizer “Desculpe meu querido, mas já que é um afro-descendente, é melhor evitar sentar aqui. Mas eu arrumo uma outra mesa muito mais bonita pra você!” Sei que receberei elogios dessas mesmas pessoas; afinal eu usei os termos politicamente corretos e não a palavra “preto” ou “macaco”, que são palavras tão horríveis.

    Os politicamente corretos acham que são como o Superman, o cara dotado de dons superiores, que vai defender os fracos, oprimidos e impotentes. E acredite: isso é racismo, pois transmite a ideia de superioridade que essas pessoas sentem de si em relação aos seus “defendidos” .

    Agora peço que não sejam racistas comigo, por favor. Não é só porque eu sou branco que eu escravizei um preto. Eu juro que nunca fiz nada parecido com isso, nem mesmo em pensamento. Não tenham esse preconceito comigo. Na verdade, sou ítalo-descendente. Italianos não escravizaram africanos no Brasil. Vieram pra cá e, assim como os pretos, trabalharam na lavoura. A diferença é que Escrava Isaura fez mais sucesso que Terra Nostra.

    Ok. O que acabei de dizer foi uma piada de mau gosto porque eu não disse nela como os pretos sofreram mais que os italianos. Ok. Eu sei que os negros sofreram mais que qualquer raça no Brasil. Foram chicoteados. Torturados. Foi algo tão desumano que só um ser humano seria capaz de fazer igual. Brancos caçaram negros como animais. Mas também os compraram de outros negros. Sim. Ser dono de escravo nunca foi privilégio caucasiano, e sim da sociedade dominante. Na África, uma tribo vencedora escravizava a outra e as vendia para os brancos sujos.

    Lembra que eu disse que era ítalo-descendente? Então. Os italianos podem nunca ter escravizados os pretos, mas os romanos escravizaram os judeus. E eles já se vingaram de mim com juros e correção monetária, pois já fui escravo durante anos de um carnê das Casas Bahia.

    Se é engraçado piada de gay e gordo, por que não é a de preto? Porque foram escravos no passado hoje são café-com-leite no mundo do humor? É isso? Eu posso fazer a piada com gay só porque seus ancestrais nunca foram escravos? Pense bem, talvez o gay na infância também tenha sofrido abusos de alguém mais velho com o chicote.

    Se você acha que vai impor respeito me obrigando a usar o termo “negro” ou “afro-descendente” , tudo bem, eu posso fazer isso só pra agradar. Na minha cabeça, você será apenas preto e eu, branco, da mesma raça – a raça humana. E você nunca me verá por aí com uma camiseta escrita “100% humano”, pois não tenho orgulho nenhum de ser dessa raça que discute coisas idiotas de uma forma superficial e discrimina o próprio irmão.”

    • Patrícia disse:

      Tudo isso para justificar as atitudes dele agora por dinheiro? O cara é tão petulante que acha que não deve ser criticado com base em acontecimentos passados. Ignorando que a humanidade precisa dar passos para frente. Existe raça humana, o que ele ignora é que existem etnias. Essas etnias que ele se sente muito a vontade de tratar com preconceito para ganhar dinheiro, já que ele não poderia ganhar com humor inteligente, pois o brasileiro é preconceituoso. Ele tem que obedecer a demanda do mercado.

    • Vinicius disse:

      Foi exatamente esse texto que veio à minha mente. Acaba com toda a discussão criada acima.

  8. Fabio Pires Pincello disse:

    Pessoal, vocês comentam que fazer piada de loira, português e etc, é a mesma coisa que fazer piada de negro. Até acho que essa argumentação é convincente para quem não consegue enxergar a malícia por trás das coisas. Se fôssemos robôs, a lógica estaria perfeita! O problema é que não é bem assim… A loira e o português, por exemplo, nunca sofreram um preconceito real, todos sabem que se trata de apenas uma brincadeira. Entretanto o negro, historicamente, foi considerado inferior, e isso ainda ocorre. Isso faz com que a piada possa ter outra conotação. Apenas uma pessoa muito inocente pode acreditar realmente que chamar uma loira de burra é a mesma coisa de chamar um negro de macaco. Só pra não dizerem que sou defensor dos negros, quero deixar claro que não gosto dessa distinção. Para mim, somos todos iguais, ninguém é melhor do que ninguém. Inclusive, a mensagem “100% black” configura racismo também.

  9. Patrícia disse:

    As sociedade é racista, misógina, anti-semita. E isso ninguém concorda que é bom. Mas se é uma celebridadezinha fazendo piadas para ganhar dinheiro, todos dão um jeitinho para defender.

    Misto de sociedade intolerante + mais culto a sociedade = Defensores de Gentilli

  10. Icaro disse:

    mimimi.

  11. vladimir leal disse:

    Eu só queria saber a cor da pele das pessoas que aponham o Danilo.

  12. Quem não tem vergonha na cara é você que ta apoiando um cara que quer subir nas costas de uma pessoa famosa !
    Por que se ele quisesse reclamar ou se defender do que ele “ACHA” , “ACREDITA” , ou “ENTENDE AS COISAS COMO UM RETARDADO” , ele não ia fazer isso tudo !… Cômico é ele tentar criar uma polêmica dessa , se ele realmente se importa com o racismo no Brasil ele ia apoiar causas que realmente são fruto de racismo!
    Único racista que eu vejo é ELE MESMO! O racismo é uma coisa muito séria pra ele ficar tentando chamar atenção , por causa de uma piada !
    Se fosse assim muita coisa e muita gente ia ter que mudar nome , marca , palavras e etc … Cara na boa você jura que não tem um emprego? ou estuda? sei lá só pra passar o seu tempo e parar de falar merda e querer criar situações aonde não existe!!!!!! Te desejo inteligência cara!

  13. Danielli disse:

    Gente, só eu não consigo ver isso como piada?
    piada tem contexto. Não é porque ele é comediante que pode fazer “piada” (ofender) qualquer um usando como argumento “sou humorista”.
    Não vou entrar no mérito das piadas preconceituosas, porque confesso que riu de muitas delas…Mas não é porque acho engraçada a piada da loira burra que vou chegar no supermercado chamando a caixa de loira burra e perguntando se posso ajuda-lá a calcular o troco.
    Se a ideia é não se chocar com piada e achar tudo engraçado…faça como quiser, mas eu aposto que se você fosse órfão não ia rir de quando rafinha bastos colocou no twitter no dia dos pais “e ai órfão? Dia ruim heim?!”
    Vamos pelo menos separar piada de agressão…

  14. Aline Salvador disse:

    É extremamente chocante ler uma postagem como está de Danilo
    Gentileza, uma pessoa publica e que infelizmente é influente, com tamanha falta
    de responsabilidade com seus comentários. Mas muito mais chocante que isso é chegar
    em um ambiente online como este e ver tamanha ignorância, falta de humanidade e
    atrevo-me a dizer, falta de inteligência, caráter e moralidade, expressas nos
    comentários em apoio a este cidadão que se diz humorista. Desculpe mas racismo
    não tem graça, não é divertido não é moralmente aceitável! E sim devemos
    preservar e defender a moral que é a única coisa que nos resta, que nos une
    como seres humanos, e que principalmente nos MANTÉM humanos.

    Fico estarrecida em ver que a grande maioria defende a falta
    de respeito com o próximo e ainda dá a isto o nome de direito de expressão, de
    humor… Fico me perguntando o que podemos esperar dessas pessoas e conseqüentemente
    o que podemos esperar deste país habitado por estas mesmas criaturas capazes de
    comentários hediondos defendendo uma atrocidade dessas. Só para lembrar que
    Hitler também era racista e vejam o que ele fez, se você defende um comentário desses
    (de Danilo Gentileza) você não é muito diferente de Hitler… Ele também defendia
    seus ações com argumentos muito parecidos em sua essência como os que vemos
    aqui.

    Espero sinceramente que essas mesmas pessoas capazes de
    fazer comentários tão absurdos como estes compreendam o verdadeiro significado
    de respeito, ou nunca, mas absolutamente nunca cheguem a possuir poder, pois isso
    seria catastrófico em diversos níveis.

  15. Engraçado como os comentários de defesa contra o Dan estão sumindo , pq o meu foi apagado!!!!!!

  16. Piada sobre uma minoria é diferente de agressão pessoal. Não tenho nada contra piadas de esteriótipos, miséria, cor, ou religião, até porque elas levantam as hipocrisias alheias a piada. Entretanto, Danilo Gentili não fez uma piada. Duvido que alguém tenha rido. Embora sua idiotice não exclua sua inteligência.

  17. Silvana disse:

    Só foi esquecido de comentar nessa noticia e, todos que acompanharam a polemica sabem, que o Danilo só respondeu dessa forma, apos esse Tiago encher ele de replys, onde ele mesmo se intitula de Macaco! Em varios twits, ele fala: “‏@LasombraRibeiro @DaniloGentili VAmos ver agora oq um MACACO, PRETO, NEGUINHO, KING KONG é capaz de fazer através da JUSTIÇA!”
    Vcs podem procurar no twitter dele! Se ele nao apagou, claro!
    Somente apos isso, o Danilo o chamou de Macaco!
    Nao aprovo nenhum tipo de racismo, mas que comecou toda essa balburdia foi o proprio Tiago, montando um video que descaradamente foi editado conforme ele quis!

  18. Caro Daniel Menezes, você, assim como o Lasombra estão colocando as afirmações do Danilo de forma desordenada e sem contexto. É fácil deixar aqui: “qtas bananas você quer pra esquecer isso?” e deixar o público pensar o que quiser. Você se deu ao trabalho de ler TUDO??? Você viu que o LAsombra estava provocando o Danilo??? Esse Lasombra é um alpinista social da pior espécie, sendo que NEM O MOVIMENTO NEGRO deu bola pra ele, inclusive vários negros se manifestaram contra ele.
    Chegamos ao ponto de conviver com cotas, mas não há possibilidade de negro – banana – macaco estarem presentes numa mesma sentença.
    E por favor, antes de escrever uma matéria, tendenciosa e que alimenta essa palhaçada pseudo racista e coitadista, procure se informar dos fatos em sua plenitude, antes que seja tachado de colunista de araque.

  19. hg disse:

    Blá blá blá só é mais uma matéria feita por gente chata e mal humorada que passa a vida na frente de um computador buscando notícias ao invés de ir atrás dos fatos, tanto o autor dessa babaquice quanto os super politizados defensores da moral e dos bons costumes (quem olha até pode pensa que são santos) são grandes burros pois nem ao menos sabe o significado de piada que é o que os comediantes fazem, se alguém leva uma piada como opinião já mostra o seu nível de inteligencia, é por causa de matérias e pessoas como estas q o Brasil é essa grande vergonha.

  20. Dora disse:

    Enquanto as pessoas não se aceitarem da maneira que são, vai existir isso, enquanto não nos vermos como iguais, sempre vai ter alguem indignado, meus melhores amigos são negros, a gente sempre se sacaneou nunca ficamos com raiva, eles mesmos se zuavam e eu também me zuava, pra mim não existe nada mais racista do que as cotas, isso é como se eles não tivessem a capacidade de ter algo sem uma ajudinha, acho deprimente, antigamente Os Trapalhões, o Didi zuava muito o Mussum, não havia essa coisa de não poder falar de nada e viviamos numa ditadura, em um dos filmes do Mazaropi ele tinha um filho negro ele zuava demais, gente, tem que parar com isso, se continuar assim, nós vamos voltar pra ditadura!

  21. Vânia disse:

    NESTE CASO, esse acontecimento é uma tremenda injustiça com o Danilo Gentili, vcs pegaram uma frase fora do contexto.

    Eu também havia cometido o mesmo erro que vcs, porém dps verifiquei que o acusador está agindo de má fé.

  22. Oscar Smith disse:

    Nunca vi racismo ao chamar um negro de macaco. Ora, todos nós, brancos, amarelos, negros, índios, viemos dos primatas.
    O preconceito está na cabeça de cada um. Melhoremos!

  23. Juan Gonzalez disse:

    P-I-A-D-A. Sério, vocês não entendem isso? Chamar loira de burra, negro de macaco, gaúcho de gay, etc; é piada. Negro não é macaco, loira não é burra, gaúcho não é gay. Isso são estereótipos do humor e, a bem da verdade, de nossa própria cultura. Num país onde a Rede Globo pode mostrar bundas em horário nobre mas não permite que se fale a palavra bunda, o mimimi da hipocrisia é tão irritante quanto ridículo. O brasileiro que espanca pai e filho por os julgarem homossexuais só porque se abraçavam é o mesmo que nem enxerga mais tanta criança vivendo na rua, se drogando e/ou se prostituindo. É o mesmo que escreve textos prolixos acerca da suposta maconha na UFRN mas não digita uma linha sobre as reais crackolândias da cidade.

    Penso que o pecado de humoristas como Gentilli e Rafinha, só para citar dois exemplos, é tentarem ser mais polêmicos do que engraçados, a rebeldia pela rebeldia. A bem da verdade, e essa é minha humilde opinião, não lá grandes humoristas. Caras como Louis C. K., Larry David e Rick Gervais conseguem ser muito polêmicos, mas muito mais engraçados. Apontam o dedo nas feridas da sociedade em que vivem.

    A realidade é que temos o que merecemos. Temos shows decentes onde o público é mínimo. Temos ótimos programas com audiência ínfima. Mas basta qualquer integrante do Pânico fazer show que a casa lota. O Zorra Total só existe porque é consumido por muitos. Gentilli e Rafinha são o que são por nossa causa. Somos nós que mandamos nessa merda e, sejamos realistas, mandamos mal demais.

Sociedade e Cultura

Mulheres e Segurança Pública: Vanísia Santos Capaverde

Sociedade e Cultura

Escracho dos Direitos Humanos