Rio Grande do Norte, quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Carta Potiguar - uma alternativa crítica

publicado em 9 de maio de 2017

Revolta do Busão convoca ato para quinta-feira

postado por Túlio Madson

O movimento Revolta do Busão convocou para a próxima quinta-feira(11) um ato contra o aumento da passagem de ônibus em Natal para R$ 3,35. A concentração ocorrerá na Praça Cívica a partir das 14 horas. O movimento, surgido em 2012 nas redes sociais, luta em prol da qualidade do transporte público na capital.

O aumento da tarifa de R$ 2,90 para R$ 3,35, em vigor desde o dia 24 do último mês, torna a tarifa de ônibus em Natal a terceira mais cara entre as capitais nordestinas. O reajuste de 15,52% é maior do que a inflação acumulada nos últimos 12 meses que foi de 4,01%.

As contrapartidas para o aumento consistem na instalação de 100 novos abrigos de ônibus, além da divulgação na internet da localização dos veículos por GPS e a disponibilização dos dados da bilhetagem. O último aumento, realizado em janeiro de 2016, previa a aquisição de 70 novos veículos, o que não foi cumprido pelas empresas de ônibus, que entregaram apenas 14.

Na última terça-feira (2) a oposição ao prefeito na Câmara Municipal do Natal não obteve sucesso em votar em regime de urgência a revogação do aumento da tarifa, após o prefeito republicar, pela terceira vez seguida, o decreto que definia o aumento, anulando assim o decreto original e tornando nulas as 17 das 20 assinaturas necessárias para a votação do regime de urgência, até então conseguidas pela oposição. Ao apresentar novo decreto legislativo, a oposição contou com a assinatura de apenas 4 vereadores, não conseguindo assim o regime de urgência para a votação. A sessão da Câmara foi marcada pela agressão dos membros do Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários (SINTRO-RN) à estudantes que também acompanhavam a sessão na galeria.

O decreto legislativo para revogar o aumento da passagem segue agora para a apreciação das comissões técnicas e não tem data para ser votado. Além disso, foi protocolada na 3ª Vara da Fazenda Pública uma ação contra o aumento da passagem, considerando-a abusiva e ilegal, o processo corre com o número 50.2017.8.20.5001.

Túlio Madson

Bacharel e Mestre em Filosofia pela UFRN. Professor na UEFS. Péssimo em autodescrições. Email: tuliomadson@hotmail.com

Comments are closed.

Cidades

Candidato a vereador é condenado por discurso de ódio

Cidades

Estudantes ficam sem sala de aula por causa das chuvas